Costa Rica - MS, sábado , 21 de outubro de 2017
Início / Destaque / MP levanta discussão sobre aspectos jurídicos na criação do NOTII
Dr. Matheus Macedo Cartapatti

MP levanta discussão sobre aspectos jurídicos na criação do NOTII

Na sessão Ordinária da Câmara Municipal desta segunda-feira (09), o Promotor de Justiça, Dr. Matheus Macedo Cartapatti, compareceu e expôs questões pertinentes a atual situação da segurança pública de Chapadão do Sul (MS).

Dr. Matheus Macedo Cartapatti
Dr. Matheus Macedo Cartapatti

Cartapatti se colocou à inteira disposição da sociedade para esclarecimentos e recomendou a união de forças das diversas esferas públicas e privadas para encontrar uma solução que fortaleça os órgãos de segurança. “Esta não é uma pauta desta ou daquela instituição e sim da sociedade civil”, observou.

Com o clamor da população pela volta do NOTII (Núcleo de Operações táticas e investigações do Interior), o promotor pontuou ser de suma importância, que sejam discutidas as questões jurídicas relacionadas à criação do grupo.

“De acordo com o artigo 144 da Constituição Federal, a segurança pública é de competência exclusiva do Estado”, disse o promotor.

O promotor disse não ser contra a volta do NOTII que, segundo ele, incrementa, corrobora e já houve a experiência, com inegáveis frutos altamente produtivos. Mas, a solução não é tão simples quanto parece no que tange a questão da formatação jurídica, para que não haja brechas que prejudiquem todo o trabalho futuramente.

“O NOTII está vinculado à Secretaria de Segurança Pública Estadual ou é um organismo criado no município? Está no organograma legal das polícias como um órgão oficial? Na seara do Direito Administrativo é preciso ter previsão legal. Vamos supor que um cidadão vá ao MP reclamando de abuso por parte de um dos agentes do NOTII. A que Corregedoria eu vou encaminhar o ofício? A que Corregedoria o NOTII está vinculado? Não existe órgão sem controle”, exemplificou.

Devido as estas questões em aberto, Cartapatti recomendou a ampla discussão criando amarrações jurídicas que não permitam brechas capazes de ocasionar, por exemplo, na alegação de nulidade ou inconstitucionalidade e acabem por levar à libertação de criminosos presos pelo NOTII.

A discussão, que segundo o MP, é urgente, seguirá em conjunto com o Legislativo Municipal, OAB, Conselho Municipal de Segurança, Ministério Público, Polícias Civil e Militar, além dos demais órgãos da sociedade interessados.

Fonte: jovemsulnews/Erika Silva

Sobre Sadib de Oliveira

Sadib de Oliveira
Diretor da Radio RCR FM e Site Costa Rica News. Jornalista,radialista .

Verifique também

Assistam vídeo: MS 306, rodovia que liga Costa Rica a Taquari MT  uma vergonha.

Mais uma vez o péssimo estado de conservação da MS 306, rodovia que liga Costa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Requerido